Cada aluno importa

As escolas de Olinda estão trabalhando ativamente com as trilhas do Simplifica. No município pernambucano há um contato próximo entre os professores, os alunos e as famílias. Isso permitiu a adolescentes com deficiência, que contam com o Atendimento Educacional Especializado, o AEE, ser incluídos no programa como os demais colegas.

Na EM de Tempo Integral Sagrado Coração de Jesus, por exemplo, as equipes gestora e docente trabalham conjuntamente para manter os alunos conectados à escola em tempos de pandemia. Alcione Medeiros de Souza, responsável pelo AEE, fica on-line com os professores das disciplinas regulares, enquanto eles trabalham com a turma toda. Depois de estudar as trilhas do Simplifica e definir com os professores regulares os objetivos a serem trabalhados, Alcione faz chegar o material adaptado a dez alunos com diagnósticos principalmente de síndrome de Down e transtorno do espectro autista. Dessa forma, cada um, dentro de suas possibilidades, está acompanhando as aulas disponibilizadas na rede.

Em seu trabalho, Alcione enfrenta problemas causados pela precariedade do acesso à tecnologia. Já aconteceu de o celular de uma família quebrar e o sinal de internet da vizinha, que era usado para a conexão, cair. Driblando esse tipo de percalço, Alcione estabeleceu um contato estreito com as famílias. Afinal, elas são essenciais para ajudá-la em seu atendimento, ainda mais agora, a distância. São principalmente as mães que proporcionam a comunicação dela com os alunos, fazendo as ligações de vídeo, recebendo os conteúdos e repassando aos filhos, e devolvendo à professora as tarefas realizadas. Tudo pelo WhatsApp.

Irmãos João Vitor e Carlos Vinícius fazendo tarefa em casa

Professora e alunos têm uma rotina estabelecida, que inclui até mesmo colocar a farda, ou o uniforme, para que eles se sintam como se estivessem na escola. Por vezes, enquanto estão on-line, os jovens já vão fazendo as tarefas. Noutras ocasiões, eles as realizam depois e, assim que as concluem, as mães as fotografam e enviam para Alcione. Nas atividades são reproduzidos trechos das trilhas e introduzidas as adaptações. Quando o assunto da aula foi a energia eólica, por exemplo, os alunos de Alcione fizeram pesquisas e produziram cataventos. Assim, o objetivo maior dos professores vai sendo conquistado: nenhum aluno fica para trás.

Município: Olinda
População estimada: (2019): 392.482
Participantes do Programa

Escolas: 66
Alunos: 24.352 (18.426 anos iniciais e 5.926 anos finais)
Professores ativos: 967

Veja também

Como usar o Simplifica, passo a passo
Formação

A Secretaria de Educação de Nova Odessa (SP) priorizou o atendimento aos alunos, no período da pandemia, por meio de material impresso. De acordo com o diagnóstico inicial da rede, realizado pela Sincroniza Educação, nenhuma das onze escolas tinha experiência no uso de tecnologias para envio de conteúdo aos estudantes. Assim, blocos de atividades são […]

Ver mais
Simplifica no Google Sala de Aula
Implementação

Em Itacaré-BA, 80% dos estudantes são moradores da zona rural, e muitos não têm acesso à internet. Isso não é motivo, no entanto, para que os professores deixem de utilizar ferramentas digitais, que facilitam o trabalho e aumentam as possibilidades de interação com os alunos. Entusiasta do uso das tecnologias na educação, Robson de Jesus […]

Ver mais
Toda forma de comunicação para engajar famílias e alunos
Implementação

Com o início do programa Simplifica em Rede em Itacaré, a Secretaria de Educação investiu na divulgação, para que a iniciativa chegasse a toda a comunidade. O programa foi apresentado à população da cidade em um post da prefeitura no Facebook. O texto explicava o programa, abordando como funcionaria a experiência de ensino remoto, e […]

Ver mais
Atenção à educação para chegar a todos os alunos
Implementação

Quando o programa Simplifica em Rede chegou ao turístico município de Itacaré, a Secretaria de Educação havia mudado momentaneamente seu foco para a saúde. Os esforços de sua equipe, incluindo professores e coordenadores, estavam voltados para a fabricação de máscaras para distribuição à população. Alguns docentes, por iniciativa individual, enviavam atividades aos alunos pelo WhatsApp, […]

Ver mais
Aulas a (grande) distância
Monitoramento

A rede de Jijoca de Jericoacoara enfrentou um desafio particular durante a pandemia. Pelo fato de a cidade ser turística, grande parte da população trabalha em hotéis, restaurantes e serviços voltados para o atendimento aos visitantes. Com a interrupção dessas atividades, muitos dos trabalhadores desse setor da economia voltaram para a sua cidade de origem, […]

Ver mais
O que cada aluno fez registrado em planilhas
Monitoramento

Para a rede de Jijoca de Jericoacoara, não basta apenas abrir a possibilidade de ensino remoto. Os profissionais da educação estão mobilizados para realizar um acompanhamento efetivo sobre como o conteúdo tem chegado aos estudantes. Para isso, a Secretaria da Educação criou planilhas divididas por escolas, turmas e disciplinas. Elas são alimentadas semanalmente pelos coordenadores […]

Ver mais