Simplifica no Google Sala de Aula

Em Itacaré-BA, 80% dos estudantes são moradores da zona rural, e muitos não têm acesso à internet. Isso não é motivo, no entanto, para que os professores deixem de utilizar ferramentas digitais, que facilitam o trabalho e aumentam as possibilidades de interação com os alunos. Entusiasta do uso das tecnologias na educação, Robson de Jesus Nascimento leciona no Instituto Municipal de Educação Governador Paulo Souto, no distrito de Taboquinhas.

O professor foi pesquisando e aprendendo sobre as ferramentas Google até apresentar aos alunos as possibilidades que elas abrem. Hoje, 33 adolescentes de suas turmas do 6º e do 7º anos de matemática e do 8º de geometria estão trabalhando com as trilhas do Simplifica no Google Sala de Aula. Esse recurso permite aos professores criar turmas, como as de classe presencial, propor tarefas e dar devolutivas e notas aos alunos.

Os conteúdos do Simplifica estão todos disponíveis nas salas criadas por Robson, organizados em oito semanas, e é muito mais fácil para os estudantes se localizarem do que se tivessem de acessar as aulas no grupo de WhatsApp que a escola organizou para cada série. Isso porque, como nem todos os estudantes começaram as atividades remotas ao mesmo tempo, quem chegou depois teria de ficar correndo as mensagens no grupo para achar as tarefas. Além disso, todos precisam conviver com os problemas de acesso à internet, que, em semana de chuva, por exemplo, acaba sendo prejudicado. Assim, sinal restabelecido, é só entrar na sala, facilmente localizar as atividades e trabalhar.

Quando começou a usar o Google Sala de Aula, Robson criou vídeos tutoriais para ajudar os alunos a usar a ferramenta. Depois, era só eles seguirem a ordem e acompanharem os conteúdos de cada semana. Quem não tem internet em casa vai à escola e retira lá as atividades em papel que Robson deixa preparadas. Há um esquema para o feedback. Algumas atividades são preparadas no Google Formulários e os próprios alunos podem verificar se acertaram ou não. Outras são resolvidas no papel, registradas no diário de bordo, fotografadas e enviadas ao professor que, se necessário, faz as devidas correções.

Robson criou também no Google Sala de Aula uma sala para os professores. A ideia é ajudar os colegas que querem aprender a trabalhar com esse recurso. Para isso, preparou um vídeo explicativo. Nessa sala, os docentes vão poder trocar experiências bem-sucedidas, utilizando as dicas sobre a ferramenta, que vão ficar disponíveis aos docentes da rede de Itacaré. Quando as aulas presenciais voltarem, a equipe docente deve estar mais preparada para usar a tecnologia.

Município: Itacaré
População estimada: (2019): 28.296
Participantes do Programa

Escolas: 37
Alunos: 6.733 (3.080 anos iniciais e 3.653 anos finais)
Professores ativos: 243

Veja também

Como usar o Simplifica, passo a passo
Formação

A Secretaria de Educação de Nova Odessa (SP) priorizou o atendimento aos alunos, no período da pandemia, por meio de material impresso. De acordo com o diagnóstico inicial da rede, realizado pela Sincroniza Educação, nenhuma das onze escolas tinha experiência no uso de tecnologias para envio de conteúdo aos estudantes. Assim, blocos de atividades são […]

Ver mais
Toda forma de comunicação para engajar famílias e alunos
Implementação

Com o início do programa Simplifica em Rede em Itacaré, a Secretaria de Educação investiu na divulgação, para que a iniciativa chegasse a toda a comunidade. O programa foi apresentado à população da cidade em um post da prefeitura no Facebook. O texto explicava o programa, abordando como funcionaria a experiência de ensino remoto, e […]

Ver mais
Atenção à educação para chegar a todos os alunos
Implementação

Quando o programa Simplifica em Rede chegou ao turístico município de Itacaré, a Secretaria de Educação havia mudado momentaneamente seu foco para a saúde. Os esforços de sua equipe, incluindo professores e coordenadores, estavam voltados para a fabricação de máscaras para distribuição à população. Alguns docentes, por iniciativa individual, enviavam atividades aos alunos pelo WhatsApp, […]

Ver mais
Aulas a (grande) distância
Monitoramento

A rede de Jijoca de Jericoacoara enfrentou um desafio particular durante a pandemia. Pelo fato de a cidade ser turística, grande parte da população trabalha em hotéis, restaurantes e serviços voltados para o atendimento aos visitantes. Com a interrupção dessas atividades, muitos dos trabalhadores desse setor da economia voltaram para a sua cidade de origem, […]

Ver mais
O que cada aluno fez registrado em planilhas
Monitoramento

Para a rede de Jijoca de Jericoacoara, não basta apenas abrir a possibilidade de ensino remoto. Os profissionais da educação estão mobilizados para realizar um acompanhamento efetivo sobre como o conteúdo tem chegado aos estudantes. Para isso, a Secretaria da Educação criou planilhas divididas por escolas, turmas e disciplinas. Elas são alimentadas semanalmente pelos coordenadores […]

Ver mais
Professores se aprimoram e inovam
Implementação

Com o início do programa Simplifica em Rede, os professores tiveram de se adaptar às novas metodologias. Além de participar ativamente de lives sobre ensino remoto de emergência, ferramentas digitais interativas, formas de acompanhamento da aprendizagem e apoio às famílias, muitos foram pesquisar sobre ferramentas para aprimorar aulas on-line. Alguns começaram a produzir em casa […]

Ver mais